Lugares

Por que uma mulher procura um amante

Procuram homens 15679

A equipe da BBC News Brasil lê para você algumas de suas melhores reportagens Episódios Fim do Podcast Um argumento para aguardar um tempo antes de entrar em um novo relacionamento é que precisamos nos curar e amadurecer antes de conhecer alguém novo. Depois de terminar, em média, as pessoas relatam cinco maneiras pelas quais cresceram de alguma forma. Porém, experimentos como esse dependem de medidas de crescimento autorreferidas, o que significa que algo um pouco mais complicado pode estar acontecendo no fundo. Posso dizer que me sinto mais confiante, mas estou objetivamente mais confiante? Dizemos a nós mesmos que crescemos por conta de uma tendência cognitiva chamada ilusões positivas. Mas se você se diz mais independente, isso faz um contrapeso. No entanto, onde você coloca a culpa pelo término, aí sim, afeta o seu crescimento pessoal. Foi sua culpa? Do outro?

É preciso muita coragem para topar os próprios preconceitos, medos e insegurança. Qual foi o carreira dos casais que você entrevistou para isso? No início, elas mais do que eles tinham muito medo e preconceitos. Por quê? Inverter esta lógica é questionar a própria lógica reproduzida pela maior parte das mulheres. O que incomoda muito! No início, elas têm muita dúvida, muita insegurança e muito receio. Elas sofrem muito, principalmente no início.

No Brasil, um dos serviços restante famosos se chama Ashley Madison. Apesar da origem norte-americana, de acordo com informações divulgadas pela empresa, o Brasil é o país que mais utiliza os serviços para as puladas de cerca. No site ou programa, é possível criar o cadastro gratuitamente. Por exemplo: mulher comprometida à procura de homens, mulher procurando mulheres. Somente para os perfis de mulheres em cata de homens o site é gratuito. As mulheres falavam sobre o assunto com mais timidez, em um tom baixo. Por causa disso, quase tive um caso com um colega de trabalho, mas fiquei com receio de que a história vazasse e pudesse me trazer complicações na vida profissional.

Mas a grande maioria teria restante dificuldade em falar de questões subjetivas, emoções, fragilidades, medos e desejos, principalmente porque foram, e continuam sendo, educados para reprimir as emoções, o que torna mais difícil se abrir e se tornar íntimo. Abriu essa possibilidade. Hoje, vemos mulheres se relacionando com mulheres toda horário e isso acaba tornando a escolha mais possível — afirma a antropóloga. Os anos passaram e as afinidades se perderam. Queria ir para a viver, viajar, ver filmes, aprender, e ele queria coisas diferentes dos meus sonhos. Depois de restante de 20 anos de casório, acabei me separando. Fez uma turma de amigos na ateneu, com quem viajava para participar de corridas.

Leave a Comment